O Que são os MALWARE?


Resposta sobre Malware
O termo malware é proveniente do inglês malicious software; é um software destinado a se infiltrar em um sistema de computador alheio de forma ilícita, com o intuito de causar algum dano ou roubo de informações (confidenciais ou não).

Portanto qualquer software, por exemplo um trojan, ou mesmo um worm, etc são denominados de "malware", o que informa que esses são software que causam MAL a um equipamento, software ou arquivo de dados de um usuário.

Vírus de computador, trojan horses (cavalos de tróia) e spywares são considerados malware. Também pode ser considerada malware uma aplicação legal que por uma falha de programação (intencional ou não) execute funções que se enquadrem na definição supra citada.
Muitos falam que o malware chamado de Cavalo de Tróia (Trojan Horse) é apenas um subconjunto de vírus (e vice-versa), mas há diferenças importantes que devem ser observadas cuidadosamente.

Um Cavalo de Tróia enquadra-se na definição de vírus que a maioria das pessoas usa, no sentido de que ele tenta invadir um computador sem o conhecimento e sem o consentimento do usuário. Um Cavalo de Tróia, semelhante a sua contraparte mitológica, apresenta-se freqüentemente de uma forma quando, na verdade, ele tem outra.
Isto é, é apresentado aos futuros "usuários" como um utilitário, um crack, uma imagem pornográfica ou um jogo, mas na verdade ele irá executar operações completamente diferentes das esperadas, assim que for instalado por um usuário leigo ou desprevinido. Um exemplo recente de software mal-intencionado agindo com um Cavalo de Tróia é a versão de e-mail do vírus "Swen" que, de modo falso, passava-se como um aplicativo de atualização da Microsoft.

Os Cavalos de Tróia normalmente executam uma destas ações: eles destroem ou modificam dados, como apagar uma unidade de disco rígido, no momento em que são ativados ou tentam descobrir ou roubar senhas, números de cartão de crédito e outras informações confidenciais. Os Cavalos de Tróia podem representar um problema maior que outros tipos de vírus, pois são desenvolvidos para serem destrutivos, de modo oposto aos vírus e aos worms, em que o invasor pode não ter a intenção de causar nenhum dano, só mostrar que é um gênio incompreendido.

Entretanto em outros casos um Cavalo de Tróia é absolutamente um risco imenso, não para seus dados ou programas, mas para seu bolso. Isto acontece quando o trojan é do sub-tipo conhecido como BackDoor (um componente específico, que abre uma PORTA DOS FUNDOS no micro contaminado, e cujo objetivo maior é ficar coletando todas as teclas pressionadas pelo usuário (através de um componente "key-logger", cujo objetivo é transmitir as senhas bancárias e de cartões de crédito digitadas pelo usuário ao navegar por sites de compras, ou em Net-banking.

Existe um teste padrão que pode ser executado com simplicidade em qualquer PC afim de descobrir se seu anti-vírus é capaz de detectar um malware.
Abrindo um aplicativo editor de textos que salve em formato puro (.txt) e digitando a sequência:


X5O!P%@AP[4\PZX54(P^)7CC)7}$EICAR-STANDARD-ANTIVIRUS-TEST-FILE!$H+H*


Execute o antivirus.
Caso ele não detecte o arquivo, seu antivirus é ineficiente.

Comentários