Desabrigados reverenciam Lula


Desabrigados reverenciam Lula

Alessandra Corrêa 29/05/2009
Enviada especial da BBC Brasil a Bacabal e Trizidela do Vale (MA)

Apesar de estarem há quase dois meses sem ter onde morar por causa das enchentes, os desabrigados do Vale do Mearim, no Maranhão, mantêm aparentemente intacto o seu apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Quase todos os cerca de 20 entrevistados pela BBC Brasil na região disseram que votariam de novo no presidente, mas poucos já ouviram falar na ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que está sendo preparada por Lula para concorrer à Presidência em 2010.

Expulsos de suas casas pelas chuvas e muitos deles obrigados a viver em abrigos superlotados e sem higiene, os moradores da região criticam autoridades locais por causa da situação em que vivem.

No entanto, quando o assunto é o presidente, as respostas são quase sempre de admiração e reverência.

"Com o Lula, nossa vida está muito melhor, (a qualidade de vida) quadruplicou", disse o agricultor Hermógenes Francisco da Conceição, de 76 anos.

Conceição vive na localidade de Santa Rosa, no município de Bacabal, um dos mais atingidos pelas cheias no Maranhão.No local, à beira do rio Mearim, moram cinco famílias, alguns porcos, galinhas e muitos cachorros.

A comunidade não tem luz elétrica, ninguém lá sabe ler e Conceição não soube dizer ao certo quantas crianças vivem no local. A mais nova, de cerca de um ano de idade, não tem nome nem idade certa, porque ainda não foi registrada.

Ninguém frequenta a escola, localizada a 1h30 de bicicleta, quando as estradas estão transitáveis. As mulheres nunca ouviram falar em métodos anticoncepcionais.

Apesar das dificuldades, Conceição e a família disseram que o presidente melhorou sua vida e a dos pobres do país, e que votariam nele novamente caso fosse candidato.

Bolsa Família

Quase todos os entrevistados pela BBC Brasil citaram o programa Bolsa Família como o principal motivo para apoiarem o presidente.

"Isso melhorou muito a nossa vida, a de muitas famílias. Eu recebo R$ 122 por mês", afirmou Eliene da Silva Brito, 36 anos, que há mais de dois meses vive em um abrigo improvisado em um ginásio da cidade de Trizidela do Vale.

A agricultora, o marido e os cinco filhos tiveram de deixar sua casa de barro, inundada até a metade da parede. No abrigo, dividem espaço com os poucos móveis que conseguiram salvar da água.

"Votei no Lula e voto de novo", disse Eliene.Em outro abrigo de Trizidela do Vale, montado em um hospital abandonado, diversas famílias disseram que repetiriam o voto no presidente.

De todas as pessoas ouvidas pela BBC Brasil, apenas o comerciante Edivaldo Almada de Oliveira, 54 anos, disse que não votaria de novo no presidente.

"Eu votei nele, mas o Lula nunca mereceu voto de ninguém. Toma de um pra dar para os outros", afirmou Oliveira, que teve seu bar inundado e saqueado durante as enchentes.

Dilma

Se a popularidade de Lula parece quase intocada, o nome de sua escolhida para sucedê-lo na Presidência é desconhecido da maioria das pessoas entrevistadas.

Apenas dois sabiam quem era Dilma Rousseff.

"Gosto muito do Lula, ele nos deu o Bolsa Família. Tanta gente hoje tem mais facilidades, uma vida melhor", disse a comerciante Selma Aguiar, 35 anos, que nesta semana reabriu sua lanchonete depois de mais de um mês embaixo d´água.

"Eu também voto nele", afirmou sua filha Giovanna, de cinco anos.

Selma nunca havia ouvido falar em Dilma Rousseff. Ao ser informada de que se tratava de uma provável candidata à Presidência, disse: "Nunca ouvi falar dela, mas se for do lado do Lula, voto nela com certeza."
Fonte:http://noticias.br.msn.com/especial/chuvas-norte-nordeste.aspx?cp-documentid=20091094

Bem depois de ler tudo isso, resolvi replicar a reportagem aqui, e fui buscar imagens e olhe minha surpresa.
(CLIQUE NA IMAGEM)



Bom, fui direto na fonte a página do governo do maranhão, mas não sei porque eu ainda me surpreendo, quem entra na página do governo nem se da conta que parte do estado esta submerso olhe a data da página.
Coloquei nas noticias mais antigas e também nada.
(CLIQUE NA IMAGEM)
Mas, eu me pergunto para quem eu estou postanto tudo isso?
Porque me dar ao trabalho de toda esta pesquisa, para demonstrar minha indignação se as pessoas que realmente deveriam saber não sabem nem ler?
São pessoas que vivem mais ou menos como selvagens.

Ai vem esta outra noticia aqui em baixo. Bem postei isto e sai fui para o supermercado porque vou começar a estocar comida.
Tchau .....


Deputado insiste em 3º mandato
Autor de proposta tentará novamente reunir assinaturas necessárias


Depois de perder na última hora as assinaturas necessárias para protocolar a proposta que abre caminho para um terceiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado Jackson Barreto (PMDB-SE) afirmou ontem que não pretende desistir.

Na próxima semana, ele deve começará a recolher novos apoios. Desta vez, no entanto, quer deixar de fora parlamentares da oposição.

Pressionados, 13 deputados do PSDB e do DEM retiraram na noite de quinta-feira seus nomes na lista de apoios à proposta de emenda constitucional (PEC) que permite duas reeleições continuadas para prefeitos, governadores e presidente da República. A proposta, que já havia sido protocolada, foi devolvida com 170 assinaturas – uma a menos do que o mínimo necessário.

Barreto afirmou que o interesse na PEC não está restrito ao presidente. Ele espera contar com a pressão de prefeitos e governadores para reunir novamente as assinaturas necessárias.

– Estamos discutindo uma tese. Independentemente da vontade do presidente Lula, a proposta tramita. É uma tese que o parlamento precisa analisar – disse Barreto.

Para fazer a PEC voltar a tramitar na Câmara, o deputado precisa conquistar o aval de mais cinco colegas. Após a retirada dos apoios de PSDB e DEM, outros deputados recuaram: dois do PMDB, um do PMN e um do PP.

Para valer para as eleições de 2010, a PEC terá de ser aprovada pela Câmara e pelo Senado até setembro, quando termina o prazo para mudanças na legislação.

LEIA TAMBÉM
Não reeleja ninguém.


ESTE BLOG DENUNCIA A CORRUPÇÃO!

Comentários

Inez disse…
Tenho muita dó desses pobres coitados que ainda acreditam no Lulla.
O Lulla está plantando um carma que nõa tem tamanho pra ele e pra umas 20 gerações deles.
Esses "fenômenos" se explicam pela alta alienação, baixa escolaridade e pela tradicional vontade do brasileiro de acreditar em Messias Salvadores.

Infelizmente, eles sabem que a grande maioria do eleitorado tem essas características e se contenta com migalhas que lhe são atiradas. Constituindo sempre numa massa decisória que agrada a todo político "malandro" e sujo.

Nossa situação como nação só melhorará quando essa massa pensar de forma diferente. Mas, até lá...